Agora 20:00 - 21:40O Último Dia (Suíça)
Esta Noite 20:00 - 21:40O Último Dia (Suíça)

3 Vírus Letais que Podem Atacar Humanos

Marburg.jpg

Ebola.jpg

 

3 Vírus Letais que Podem Atacar Humanos

Comemorando a estreia do thriller sobrenatural francês Premonição sobre uma mulher contaminada com um estranho vírus, nós selecionamos os três vírus mais letais da história do Homem, que nos atacaram. Esteja atento para evitá-los!

Marburg
Com uma das maiores taxas de mortalidade, o vírus Marburg ocupa um lugar no topo. Os cientistas identificaram o vírus em 1967, quando pequenos surtos ocorreram entre funcionários de laboratório na Alemanha, que foram expostos a macacos infectados, importados de Uganda. Semelhante ao Ebola, causa febre hemorrágica. Após ser contaminado pelo vírus não há tratamento eficaz, mas o tratamento precoce de sintomas como a desidratação aumenta consideravelmente as chances de sobrevivência.

Ebola
O primeiro surto de Ebola em humanos ocorreu, simultaneamente, no Sudão e no Congo em 1976 e desde essa época mantém a humanidade em alerta. Ebola se dissemina através do contato com sangue ou outros fluidos do corpo ou tecidos de pessoas ou animais contaminados. Um vírus com várias cepas, o Ebola causa febre hemorrágica severa e frequentemente fatal em humanos e outros mamíferos, conhecida como doença do vírus Ebola (EVD). Os sinais e sintomas geralmente começam entre dois dias a três semanas após contrair o vírus, com febre, dor de garganta, dores musculares e dores de cabeça. Vômito, diarreia e erupção geralmente aparecem, junto com as funções diminuídas do fígado e rins. Nesse momento, algumas pessoas começam a sangrar, tanto interna quanto externamente. A doença apresenta alto risco de morte, matando de 25% a 90% dos infectados.

HIV
Provavelmente, o matador silencioso da modernidade, o HIV é o vírus mais letal de todos. Estima-se que 32 milhões de pessoas morreram devido ao HIV, desde que a doença foi detectada no início dos anos 1980. Há dois tipos deste vírus, e eles causam síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS), uma condição que leva a uma deficiência progressiva do sistema imunológico, permitindo que infecções oportunistas apareçam, bem como câncer. Sem tratamento, a média do tempo de sobrevivência após infecção com HIV é estimada entre 9 a 11 anos, dependendo do subtipo do HIV.

Voltar ao Premonição

 
  

HIV.jpg

Inscreva-se para receber o Boletim Informativo do Eurochannel!

Não perca as nossas últimas programações, sorteios e eventos exclusivos!