Esta Noite 20:25 - 22:00Só Por Amor E4 (Itália)

Biografia Georges Simenon
 

Quem é Georges Simenon?

 

O escritor belga Georges Simenon marcou a literatura francesa e se tornou uma referência, especialmente para os amantes de romances policiais, através da personagem Maigret, que continua sendo o mais proeminente de uma obra muito rica e emocionante. Ele escreveu nada menos que 192 romances, 158 contos, trabalhos autobiográficos publicados sob seu nome e 176 romances, dezenas de histórias, contos e artigos publicados sob diversos seudônimos.


Georges Joseph Christian Simenon nasceu em 12 de fevereiro de 1903 em Liège, em uma família humilde. Seu pai era contador em uma empresa de seguros e sua mãe não trabalhava. Essa não é sua data de nascimento real. Na verdade, Georges Simenon nasceu às 00:10 na sexta-feira 13, e sua mãe, temendo que seu filho fosse amaldiçoado por toda a sua vida, convenceu o pai a fazer uma declaração falsa.

Ele aprendeu a ler e escrever aos três anos, na Ecole Sainte Julienne das Irmãs de Notre Dame e foi um aluno brilhante no Instituto Primário St. Andre. Aos oito anos, ele foi introduzido na literatura através de grandes autores russos, como Tchecov, Dostoievski e Pushkin. Ele também gostava de Balzac, Dickens, Stendhal, Zola, Hemingway e Melville.

Simenon

Logo aprensentou grande capacidade intelectual na escola, mas aos quinze anos, decidiu abandonar os estudos. Depois de ganhar experiência como jornalista na Bélgica, ele foi para Paris, onde conheceu o mundo literário, o que lhe deu a paixão pela escrita.

Em Paris, trabalhou como mensageiro e passou a ser conhecido como o secretário do marquês de Tracy. Ele viveu quase sempre no castelo de Paray le Frésil, com o marquês. O local vai se tornar, na ficção, o lugar  onde o Inspetor Maigret passou a infância. Seu encontro com Colette, editor literário de Le Matin (jornal influente na época), lançou pra valer a sua carreira de escritor. Ela publicou muitas das histórias que Simenon assinou sob vários pseudônimos. Sua paixão pela escrita aumentou e sempre teve mais espaço em sua vida. Reuniões e viagens inspiraram seus romances, contos ou artigos e ele passava várias horas por dia escrevendo.

Aos 28, ele finalmente decidiu assinar uma de suas obras com o seu nome real. Foi o romance policial Pietr, o Letão, no qual aparece pela primeira vez o personagem Maigret. Então, Simenon multiplicou as publicações. Aproveitando o sucesso do ciclo de Maigret, ele se juntou ao Gallimard Editions em 1935. Ele se voltou para outras obras psicológicas, tais como Monsieur Hire Engagement ou Magnet of Doom. Durante o exílio nos Estados Unidos, ele examina sua vida através da publicação Eu me lembro e Pedigree, duas obras autobiográficas.

Depois ele se mudou para a Suíça, vindo a morrer em 1989. Ele morreu em sua casa, na Rua Lausanne, 04, em 4 de setembro de 1989. Seu corpo foi cremado e Teresa – sua última companheira – jogou suas cinzas na grama do jardim, à sombra de um cedro do Líbano, misturando-o com os de sua filha.

      Voltar ao Maigret

 

Inscreva-se para receber o Boletim Informativo do Eurochannel!

Não perca as nossas últimas programações, sorteios e eventos exclusivos!