Canto dos Exilados - Leonardo Dourado - Brasil

Canto_Dos_Exilados

Canto_Dos_Exilados

Canto_Dos_Exilados


Horários da programação

Canto dos Exilados (Canto de los exiliados, 2015)
Brasil

Diretor: Leonardo Dourado
Gênero: Documentário

Apresentação:

Em tempos de crise e crescente hostilidade em relação a estrangeiros, com pessoas ao redor do mundo se comovendo com imagens dos refugiados na Europa, é hora de lembrar a onda dos perseguidos pelo regime nazista. O Eurochannel tem o orgulho de apresentar o Canto dos Exilados, um relato fascinante sobre a construção de uma nova vida no Brasil, uma terra de oportunidades.

Entre 1933 e 1945, o Brasil se tornou um novo país para milhares desses exilados. Eles deixaram as suas marcas em muitas áreas artísticas e, dessa forma, influenciaram várias gerações de brasileiros.

Em Canto dos Exilados, você descobrirá diferentes personalidades em cada episódio. O músico judeu húngaro Eugen Szenkar, que fundou a Orquestra Sinfônica Brasileira em 1940. O advogado Herbert Caro, nascido em Berlim e que se instalou em Porto Alegre, traduziu a obra de Thomas Mann para o português. Com as suas pinturas murais, o romeno Emeric Marcier criou a “Capela Sistina Brasileira” em Mauá, perto de São Paulo. Oskar Ornstein trouxe estrelas como Marlene Dietrich e Nat King Cole para a Sala Dourada do Hotel Copacabana Palace e alcançou o objetivo espetacular de levar Frank Sinatra ao estádio do Maracanã.

O Canto dos Exilados apresenta apenas alguns exemplos de pessoas que fugiram da destruição e encontraram casa em um novo país. Este é um convite para pensar nos benefícios da migração nestes tempos complexos de crise.

Canto dos Exilados – E1: Músicos

A emocionante história do húngaro Eugen Szenkar, fundador da Orquestra Filarmônica Brasileira. Ele modernizou os repertórios e criou uma cultura de shows no Rio de Janeiro. Além disso, a história de Hans-Joachim Koellreutter, compositor alemão, trouxe a música de doze tons para o Brasil. E também Felicja Blumental, polonês que se tornou um pianista renomado.

Canto dos Exilados – E2: Críticos e tradutores

A história motivadora de Otto Maria Carpeaux, jornalista e escritor austríaco que influenciou toda uma geração de jornalistas e se tornou “guru” de muitos intelectuais brasileiros. Conheça também a história de Herbert Caro, advogado alemão, tradutor de Thomas Mann e Elias Canetti. Bem como Paulo Rónai, tradutor, crítico e ensaísta, que coordenou a tradução do Balzac para o português.

Canto dos Exilados – E3: Fotógrafos

A história incrível de Kurt Klagsbrunn, o austríaco retratou o glamour e a disparidade social, deixando um arquivo de dez mil negativos. Além dele, conheça também Jean Manzon, francês, que dirigiu mais de 900 documentários, e Hans-Günther Flieg, alemão, que filmou a jovem e moderna metrópole de São Paulo.

Canto dos Exilados – E4: Dramaturgos

A história inspiradora de Gianfrancesco Guarnieri que nasceu na Itália e foi expulso pelo regime facista. A história do teatro brasileiro pode ser dividida em dois períodos: antes e depois da peça com este ator no papel principal. Conheça também Zbigniew Ziembinski, Polonês que revolucionou os palcos dirigindo 90 peças, e Zygmunt Turkow, polonês, que introduziu o teatro iídiche no Brasil.

Canto dos Exilados – E5: Livreiros

A história de sucesso de Eva Herz German, que iniciou uma empresa alugando livros e fundou a Livraria Cultura, que hoje, com 19 filiais, é uma das mais importantes livrarias do Brasil. Conheça também Walter Geyerhahn e Erich Eichner, austríacos que fundaram a Livraria Kosmos no Rio de Janeiro, e Susanne Bach, alemã, que exportou livros brasileiros para o mundo.

Canto dos Exilados – E6: Promotores de Arte

Com 92 anos, a alemã Eva Sopher continua ativa no teatro São Pedro, em Porto Alegre, que foi reformado em 1970 sob sua liderança. Conheça também, Oskar Ornstein, que trouxe Marlene Dietrich e Frank Sinatra ao Brasil, Nydia Licia, atriz italiana, que fundou o teatro Bela Vista em São Paulo.

Canto dos Exilados – E7: Pintores

Conheça a portuguesa Vieira da Silva, casada com o artista húngaro Árpád Szenes, representou o Rio de Janeiro na década de 1940. E também Wilhelm Wöller, expressionista alemã que teve o seu trabalho proibido como “arte degenerada” Agi Straus. A artista premiada conta a história da sua fuga.

Canto dos Exilados – E8: Pensadores

Conheça Stefan Zweig, escritor austríaco, autor de “Brasil, País do Futuro”, livro traduzido para mais de 50 idiomas. Ele cometeu suicídio na cidade de Petrópolis, próxima ao Rio de Janeiro. Veja também Anatol Rosenfeld, alemão que se tornou importante crítico e apresentou Brecht to Brazil, e Vilém Flusser, filósofo tcheco, que antecipou os problemas da era da mídia.

Canto dos Exilados – E9: Artistas Visuais

Conheça o romeno Emeric Marcier, que chegou ao Rio de Janeiro em 1940 e se tornou um dos artistas mais importantes do país, onde se converteu ao catolicismo. E também, Hannah Brandt, artista de gravura alemã, que recebeu inúmeros prêmios, bem como Fayga Ostrower, o polonês, pintor, desenhista, ilustrador e ceramista.

Horários da programação

Inscreva-se para receber o Boletim Informativo do Eurochannel!

Não perca as nossas últimas programações, sorteios e eventos exclusivos!