Entrevista com David Ondříček

David_Ondricek

David_Ondricek

Entrevista com David Ondříček (Diretor)

O que é o Inferno na Mina para você? É um filme catastrófico, uma produção familiar contra o pano de fundo de um desastre ou um drama histórico?

A primeira parte é um drama familiar, a segunda é uma série bastante catastrófica.

O que foi crucial para você ao dirigir a série?
Eu li a sinopse e respondi mais emocionalmente do que racionalmente. Lembro-me de que me senti profundamente afetado pelo assunto. Nos jornais, lemos todos os dias sobre desastres e acidentes em que centenas de pessoas morrem. Comemos pão e manteiga e tomamos café. Somos totalmente imunes. Aqui, vi de repente pessoas concretas como se as conhecesse. Elas me tocaram. Isso foi crucial. Estranhamente, mesmo depois de filmar, ainda sinto que fiz novos amigos, mesmo que tenham sido personagens da produção.

Como você deseja que a série impressione os telespectadores? Qual é a sua mensagem e ideia principal?
Eu quero que os telespectadores entendam a ideia principal e a mensagem em si. Por isso, não devo contar a eles em uma entrevista.

A série ocorre em áreas de mineração confinadas. Quão difícil é para um diretor e o cinegrafista lidar com essas condições?
Foi extremamente complicado. No terceiro dia, estávamos filmando 100 metros abaixo da terra em um corredor de cerca de um quilômetro de comprimento, dois metros de altura e dois de largura. Havia 40 membros da equipe batendo e esmagando uns aos outros. Um rapaz experiente da equipe estava no chão com a câmera na mão, e eu o ouvi dizer que ele não tinha experimentado nada mais extremo. Tivemos cerca de 20 dias com a mina à nossa frente. Lá eu duvidei que pudéssemos lidar com isso.

Cortesia da televisão tcheca

Return to The Mine Inferno

Inscreva-se para receber o Boletim Informativo do Eurochannel!

Não perca as nossas últimas programações, sorteios e eventos exclusivos!