Amanhã 20:30 - 22:00A Tentação de Matar (França)

Quando as mulheres superam os homens na máfia?
 

Guiseppina Nappa

Guiseppina Nappa

  

Quando as mulheres superam os homens na máfia?

Tradicionalmente, o crime é um jogo de homens. É mais comum e até é mais aceito socialmente que um homem dirija uma organização criminosa. No entanto, essa regra nem sempre é obedecida e mesmo os mais temíveis chefes da máfia aceitam o papel das mulheres na história do mundo do crime. Muitos desses chefes foram mulheres.

Em geral, uma mulher pode tomar conta do negócio quando seu marido, pai, filhos ou irmãos são assassinados ou vão para a prisão. A máfia italiana tem inúmeros exemplos dessa tendência, entre elas estão Maria Licciardi, Ninetta Bagarella e Guiseppina Nappa.

Maria dirigiu o Clã Secondigliano do Licciardi, compartilhando interesses com muitos chefes de Camorra. Ela até liderou o seu clã numa luta sangrenta contra a família Di Lauro. Bagarella continuou seu violento legado, tomando o controle da Cosa Nostra siciliana quando seu marido, o mitológico Salvatore ‘Totó’ Riina, foi preso. Finalmente, Guiseppina Nappa chegou à vida do crime quando casou com Francesco Schiavone, AKA “Sandokan”. Ela lutou contra a família Calesi depois que o seu marido foi levado à prisão.

Todas essas mulheres não fazem sombra à infame Eneida Arellano Félix, conhecida como a mulher mais poderosa do crime organizado e a criminosa mais procurada pelas autoridades dos Estados Unidos de América. Sua vida no crime começou com o encarceramento do seu irmão em 2003. Desde então, ela tem liderado com mão de aço o cartel da droga em Tijuana, ganhando fama como uma das organizações mais cruéis e ávidas de sangue no mundo.

 

 

Inscreva-se para receber o Boletim Informativo do Eurochannel!

Não perca as nossas últimas programações, sorteios e eventos exclusivos!