Esta Noite 20:00 - 21:30Escalada (França)

Contexto: O caso Hilsner em resumo

Hilsner_Affair_1.jpg

Hilsner_Affair_4.jpg

Contexto:
O caso Hilsner em resumo

O assassinato da costureira Anezka Hruzová, cometido há mais de cem anos, alimentou o ódio antijudaico muito além das fronteiras tchecas

Em 1899, uma costureira de 19 anos chamada Anezka Hruzová foi assassinada na floresta de Brezina, perto da cidade de Polná. A investigação do crime foi conduzida de forma muito descuidada, mesmo para a época, até mesmo sendo parcialmente ilegal. Então, um sem-teto local chamado Leopold Hilsner entrou na lista de suspeitos na investigação policial. 

Ele foi chamado de autor do crime pela “voz do povo”. Investigadores e juízes cederam à pressão da opinião pública e decidiram culpar alguém sem uma investigação adequada. Também vale a pena mencionar que no final do século XIX, também conhecido como a era da razão, muitas pessoas ainda acreditavam em antigas superstições medievais sobre os assassinatos rituais judaicos. 

O preconceito racial era comum entre uma parte significativa da sociedade tcheca na época e Leopold Hilsner tinha uma forte circunstância agravante aos olhos do público: ele era judeu.

Hilsner foi julgado e condenado à morte com base em preconceitos. O drama de duas partes Um Homem Inocente, propõe uma desconstrução do caso e apresenta o caso Hilsner em um contexto europeu que fornece bases para a reflexão sobre o real problema da xenofobia em todo o mundo.

Voltar ao Um Homem Inocente

Inscreva-se para receber o Boletim Informativo do Eurochannel!

Não perca as nossas últimas programações, sorteios e eventos exclusivos!